• Quinta, 07 de Maio de 2020

Brasil perde Daisy Lúcidi

Atriz tinha 90 anos e morreu de Covid-19

imagem
Daisy, numa das novelas da Globo

Ela tinha seis anos quando estreou nos palcos, no famoso Teatro Dulcina, no Centro do Rio, com a peça “Nuvem”.

Do teatro, foi para o rádio. Primeiro a Tupi, depois a Globo, nos anos 40. Em 1953 foi contratada pela Rádio Nacional, a mais prestigiada emissora do Brasil na época, onde ficou por nada menos que 46 anos, numa carreira de singular sucesso, embalada pelo programa “Alô Daisy”.

Depois foi para a televisão, onde participou de inúmeras novelas de sucesso e minisséries. Passou pelo cinema e ingressou na política, onde por 18 anos teve destacada atuação parlamentar como vereadora e deputada estadual pelo Rio.

Cansou da política, voltou à televisão e reconquistou o público que nunca a esqueceu. Em 2007 fez a novela “Paraíso Tropical”, da Globo, emplacando novo sucesso com a personagem da síndica Iracema.

Aos 90 anos e 84 de carreira, Daisy Lúcidi morreu na madrugada desta quinta-feira (07), no Hospital São Lucas, em Copacabana.

Símbolo de uma Era, marcou época no Brasil. Seu nome entra para a galeria das célebres figuras que alcançaram destaque nos mais diferentes cenários.